• PORTAL G7

30.º Festival de Teatro de Curitiba começa nesta terça


Durante duas semanas - entre os dias 29 de março e 10 de abril -, a capital paranaense receberá mais de duzentas atrações.



Foto: SECC



A volta presencial do maior evento de artes cênicas da América Latina a partir desta terça-feira (29) é um marco da retomada e resistência do setor cultural após a suspensão de espetáculos presenciais por causa da pandemia. E este ano o Festival de Teatro da Capital completa 30 anos, o que demonstra a força da cultura do Estado.

Celebrando este retorno, o Governo do Paraná apoia o festival por meio da Copel e da Sanepar. Instituições culturais como Museu Oscar Niemeyer (MON), Centro Cultural Teatro Guaíra e Biblioteca Pública do Paraná irão hospedar apresentações, com o apoio da Secretaria da Comunicação Social e da Cultura.

Durante duas semanas – entre os dias 28 de março e 10 de abril –, a capital paranaense irá respirar arte. O Festival de Curitiba terá em torno de 200 atrações, movimentando cerca de 900 artistas e gerando perto de 4 mil empregos, entre diretos e indiretos. O evento de abertura será uma festa no MON para convidados.

Entre as atrações, 25 espetáculos integram a mostra Lúcia Camargo. Nesta edição, o objetivo é promover um resgate histórico dos 30 anos do evento, reunindo companhias, diretores e atores que passaram pelos palcos durante o período. Em cartaz, montagens de sucesso e com a presença de nomes conhecidos nacionalmente, como Mateus Solano, Vladimir Brichta, Júlia Lemmertz, Denise Fraga, Guta Stresser, Luís Melo, Deborah Colker, Denise Stoklos, Ranieri Gonzales Emicida, Nicole Puzzi, Rosana Stavis e Edson Bueno.


Como estreia nacional, o aguardado espetáculo “G.A.L.A”, que marca o retorno do premiado autor e diretor Gerald Thomas ao Festival. Já entre as pré-estreias nacionais estão “Tudo”, comédia dramática com direção de Guilherme Weber, e “A Aforista”, novo texto do dramaturgo Marcos Damaceno.

Destaque também para as remontagens, com “O Casamento”, da companhia Os Fodidos Privilegiados, que estreou no Festival em 1997; “Conselho de Classe”, da Cia. dos Atores, do Rio de Janeiro, que esteve na programação de 2014; “Parlapatões Revistam Angeli”, sucesso de crítica na Mostra de 2013; e “Till, A Saga de um Herói Torto”, estreia do Grupo Galpão no Festival em 2010 e que retorna dentro das comemorações dos 40 anos da companhia.

Fortalecendo a união da dramaturgia com a música, a 30ª edição também apresenta o show “AmarElo”, de Emicida, no Guairão, como também os musicais “A Hora da Estrela ou O Canto de Macabéa”, adaptação da obra de Clarice Lispector com músicas originais de Chico César; “Brasileiro, profissão: esperança”, um clássico dos anos 70 que já contou com interpretações de grandes nomes da MPB; e “Cordel do Amor Sem Fim”, com direção, cenário e figurino de Gabriel Villela.


RUA – Outras mostras, entre as quais a Festival na Rua, espalhará arte de graça para diversos pontos da cidade, com mais de 130 apresentações, distribuídas em 11 espaços. De 1 a 9 de abril, a Mostra Festival na Rua transformará os espaços públicos e mudará a rotina da capital paranaense, levando a arte para vários pontos da cidade, tudo totalmente gratuito.

A novidade é que nesta edição quatro espaços terão estrutura de palco, com iluminação e sonorização. São eles: Ruínas São Francisco, Praça Santos Andrade, Centro Cultural do Boqueirão e Praça Rui Barbosa. A programação ainda conta com outros seis espaços preparados para receber apresentações: Calçadão e Parque de São José dos Pinhais, Praça da Bíblia – em Araucária –, Largo da Ordem, Centro Pop Plinio Tourinho, Parque Barigui e Boca Maldita.

O Festival na Rua terá a participação de companhias locais, com o objetivo de estimular a economia criativa na região, por meio da contratação de artistas e fornecedores do município. O evento envolverá mais de 400 artistas e conta com cerca de 50 pessoas na organização.


CONVIDADAS – A Mostra Lúcia Camargo também contará com duas mostras convidadas em espaços alternativos: a 6ª Mostra Ave Lola, uma programação ao ar livre com variadas expressões artísticas, e a Mostra Pôr do Sol, produzida pelo Campo das Artes, projeto do ator e diretor Luís Melo, em São Luiz do Purunã, em parceria com o cantor, ator e diretor Marcio Juliano. A Mostra Pôr do Sol marca também a inauguração do espaço ao público.


LENISE – Ainda dentro da programação comemorativa, o Festival de Curitiba promove a exposição gratuita “Viva! 30 Anos por Lenise Pinheiro”, de 29 de março a 29 de abril, no Museu Oscar Niemeyer (MON), com intervenções urbanas em vários espaços na cidade.

Será um recorte de 408 fotografias e imagens do acervo da cobertura exclusiva dessas três décadas de evento pelas lentes da fotógrafa Lenise Pinheiro, uma das maiores referências do teatro brasileiro, num panorama da evolução dos artistas e da estética dos espetáculos no período.


INTERLOCUÇÕES – O Interlocuções mantém seu foco em ações formativas, que objetivam a experiência e a integração entre artistas e público, além de atrair estudantes e grupos estimulando o pensamento crítico sobre as artes cênicas.


Uma novidade de 2022 é uma mesa de debates sobre jornalismo cultural, com participação de profissionais dos principais veículos de comunicação do país. Com curadoria de Celso Curi e de Giovana Soar, estão na programação de 2022 os debates, encontros, palestras, oficinas, filmes e lançamentos de livros.


GURITIBA – O Guritiba é um projeto anual que tem seu pontapé inicial no Festival de Curitiba. Impacta anualmente mais de 30 mil crianças e chega ao seu 13º ano com atrações para toda a família. Brincadeiras, shows e apresentações teatrais, como as comédias infantis “Momo e o Senhor do Tempo” e “Henriques”, estão na programação. O intuito é formar plateias e tornar mais amplo o acesso à arte e à cultura.


MISHMASH – Mostra de variedades artísticas e performáticas que diverte famílias inteiras com números de malabarismo, mágica, mímicas, circo, palhaçaria, música, entre outras vertentes, o MishMash ocorrerá nos dias 8 e 10 de abril, na Live Curitiba, tendo como anfitrião o famoso Palhaço Alípio, que já confirma a presença de artistas como o ilusionista Willian Seven, o equilibrista Fábio Salgueiro, manobras de bike aérea com Marina Prado, entre outras atrações.


RISORAMA – O Risorama, também presente nessa edição, é um grande comedy club com os maiores nomes do humor do País. Ao chegar em seu 18º ano, o mais tradicional festival de comédia ocorrerá de 31 de março até 5 de abril, na Live Curitiba, com nomes já confirmados como Thiago Ventura, Fábio Porchat, Danilo Gentili, Igor Guimarães, entre outros.


ESPAÇO ABERTO – O Circuito Espaço Aberto recebe apresentações de artistas da Grande Curitiba e convidados em seus próprios espaços, integrando a programação da 30ª edição do Festival de Curitiba. Serão 52 espetáculos, sendo 5 gratuitos e 15 no sistema “Pague Quanto Puder”, com atrações para diferentes idades e espalhados por toda a cidade.


MAIS INFORMAÇÕES – Acompanhe todas as novidades e informações pelo site do Festival de Curitiba www.festivaldecuritiba.com.br, pelas redes sociais disponíveis, no Facebook @fest.curitiba, pelo Instagram @festivaldecuritiba e pelo Twitter @Fest_curitiba. Os patrocinadores também estão no portal oficial do festival e nos espaços culturais da cidade.


Serviço:

Quando: de 29/03 a 10/04. Valores: as apresentações são gratuitas ou com ingressos até R$ 80,00. Ingressos: www.festivaldecuritiba.com.br e na bilheteria física exclusiva do Shopping Mueller (piso L2), de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h Verifique a classificação indicativa e orientações de cada espetáculo.



Fonte: AEN



2 visualizações0 comentário