• PORTAL G7

Ação Inverno presta atendimento de saúde a pessoas em situação de rua

Encontrado inconsciente, homem foi resgatado pela FAS, recebeu atendimento do Samu e depois foi encaminhado para a UPA Boqueirão.



Foto: FAS / André Wormsbecker

Um homem que estava inconsciente por causa do uso excessivo de álcool foi resgatado pelas equipes de abordagem social, neste fim de semana, quando a Fundação de Ação Social (FAS) intensificou a busca e o acolhimento de pessoas em situação de rua, por causa da onda de frio que chegou ao Estado.

Ele foi encontrado na noite de sábado (11/6), na Avenida Marechal Floriano Peixoto, esquina com a Rua Salvador de Ferrante, quando a equipe de abordagem fazia busca ativa na Regional Boqueirão. “Como estava desacordado, precisamos chamar o Samu, que o encaminhou para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Boqueirão, onde recebeu atendimento de saúde”, explica a diretora de Atenção à População em Situação de Rua, Cassiane Mari Stinghem Chagas. O homem foi liberado nesta segunda-feira.

Neste fim de semana, duas pessoas em situação de rua precisaram de atendimento de saúde. Elas foram encontradas nas ruas pelas equipes da FAS que fizeram 731 abordagens sociais, desde a noite da última sexta-feira (10/6).

De todas as abordagens realizadas pelas equipes das regionais e pela Central de Encaminhamento Social 24 Horas (CES), 296 foram solicitadas à Central 156 e o restante foi por busca ativa feita pelos educadores sociais que circulam por toda a cidade à procura de pessoas desprotegidas.


Acolhimento

Em média, 1.203 pessoas foram acolhidas pelo município por dia, desde a noite de sexta-feira (10/6) até a manhã desta segunda-feira (13/6), quando a Prefeitura realizou mais uma ação intensificada para proteger pessoas em situação de rua do frio.

A ação, que complementa o trabalho que já é executado 24 horas por dia, de segunda a domingo, vai até a madrugada da próxima quinta-feira (16/6) em função da previsão de temperaturas abaixo de 8 graus.

Nos acolhimentos do município, são ofertados local para higiene, roupa limpa, alimentação e cama quente, onde as pessoas acolhidas podem dormir protegidas.

Apesar do frio, 150 pessoas recusaram acolhimento, em média, a cada noite. Para quem não quis seguir com as equipes para os abrigos e estava com pouco agasalho a FAS distribui 128 cobertores.

Três pessoas decidiram retornar para suas famílias, depois de conversar com a equipe da FAS e três adolescentes, que já são acolhidos pelo município, foram encontrados na rua e levados novamente para as unidades onde são atendidos.

Sete animais de estimação também foram acolhidos junto dos tutores. Eles são transportados em caixas especiais existentes em todas as Kombis do Resgate Social e dormem em canis, onde também recebem ração e água, além de terem cobertores para se aquecer.


Ação intensificada continua

Com a previsão da continuidade do frio, a FAS manterá ações intensificadas até a madrugada da próxima quinta-feira.

A Prefeitura pede a ajuda da população para proteger as pessoas em situação de rua. A orientação é para que entrem em contato com a Central 156, por telefone, site ou pelo aplicativo Curitiba 156, sempre que avistarem alguém nessa condição.



Fonte: PMC

1 visualização0 comentário