• PORTAL G7

Acidente na BR-277: 22 veículos; 8 mortos; 28 feridos

Atualizado: 4 de Ago de 2020


Engavetamento foi em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Possível causa, segundo a Polícia Rodoviária Federal, foi uma mescla da intensa neblina no local com a fumaça de uma queimada à margem da rodovia.



Fotos: PRF



Neste domingo (2), por volta das 22h20, na BR-277, no km 76, sentido litoral, em São José dos Pinhais, equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) atenderam um acidente do tipo engavetamento.


Por conta do nevoeiro, aliado à fumaça gerada por uma queimada em uma mata às margens da rodovia, a visibilidade ficou prejudicada. Em razão da restrição da visibilidade, alguns veículos se envolveram em uma colisão e permaneceram imobilizados sobre a via. Com isso, alguns ocupantes deixaram seus veículos e permaneceram na rodovia.


Uma carreta, que não conseguiu frear, colidiu com os veículos parados no asfalto, atropelando as pessoas que estavam no local.





Além da PRF, participaram do atendimento do acidente equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da concessionária Ecovia, que administra o trecho.


Preliminarmente, no local do acidente, foram registradas 34 vítimas, sendo 7 fatais, 2 gravíssimas com risco de morte, 5 graves e 20 vítimas leves. Foram contabilizados 22 veículos envolvidos (16 carros, 5 motocicletas e 1 caminhão). Uma das vítimas gravíssimas foi a óbito, no hospital ao qual foi encaminhada, na capital paranaense.


A Polícia Civil de São José dos Pinhais foi até o local, tomou o depoimento do motorista do caminhão e conduzirá as investigações.


A rodovia foi liberada às 4h40 desta segunda-feira (3).


A identificação das vítimas fatais foi feita pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. Esta é a relação de nomes, por ordem alfabética:

  • Emanueli de Fátima dos Santos Ferreira;

  • Ester Nunes de Oliveira;

  • Fernando Jaroz Mendes;

  • Guilherme Henrique Ribeiro;

  • Jessica Oliveira;

  • Jéssica de Souza;

  • Jurema Elvira Ferreira dos Santos;

  • Lucas Moreira.


Fontes: PRF / IML (Curitiba)



180 visualizações0 comentário