• PORTAL G7

Aos 71 anos, morre William Hurt, ator vencedor do Oscar


O veterano ator americano William Hurt deixou uma impressão duradoura com sua atuação em filmes como 'The Big Chill', 'A History of Violence', 'Kiss of the Spider Woman', 'Broadcast News', 'Children of a Lesser God' e muitos outros.



Foto: YouTube



A morte do ator vencedor do Oscar William Hurt, que faleceu aos 71 anos no domingo, deixou a comunidade cinematográfica chocada.


O filho de Hurt, Will, confirmou a notícia, dizendo que seu pai morreu no domingo de causas naturais em sua casa em Portland, Oregon.


Hurt lutou recentemente contra um câncer de próstata que foi diagnosticado pela primeira vez em 2018.

“É com grande tristeza que a família Hurt lamenta a morte de William Hurt, pai amado e ator vencedor do Oscar, em 13 de março de 2022, uma semana antes de seu 72º aniversário. Ele morreu pacificamente, entre familiares, de causas naturais”, disse Will.

Chamando isso de uma grande perda para a fraternidade de atores, celebridades como os atores Mark Ruffalo, Albert Brooks, o autor Stephen King e outros foram às mídias sociais para prestar uma homenagem sincera ao ator e lembrar sua grande contribuição para a indústria.



Biografia


Nascido em 1950 em Washington, DC, Hurt começou sua jornada de atuação no palco, estudando na Julliard School e trabalhando com a Circle Repertory Company.


Ele se apresentou em muitos shows da Broadway ao longo da década de 1980, incluindo 'Henry V', 'Fifth of July', 'Richard II' e 'A Midsummer Night's Dream'.


Depois de receber uma indicação ao Tony Award por seu papel em 'Hurlyburly', de David Rabe, Hurt deu um salto para o cinema e ganhou o Oscar de melhor ator por sua atuação em 'O Beijo da Mulher Aranha' (1986).


Ele recebeu indicações ao Oscar de melhor ator por 'Children of a Lesser God' e 'Broadcast News', e de melhor ator coadjuvante por 'A History of Violence'.


Hurt conquistou milhões de corações de jovens ao interpretar o papel de Thaddeus 'Thunderbolt' Ross em filmes de super-heróis da Marvel como 'Capitão América: Guerra Civil', 'Vingadores: Guerra Infinita' e 'Viúva Negra'.



Fonte: Sputnik News









11 visualizações0 comentário