• PORTAL G7

"Argentina permanece no Mercosul", diz Felipe Solá


O chanceler argentino garantiu que o país continuará no bloco e explicou: "Quem solicita acordos de livre comércio do Mercosul com outros países não pode destacar um único benefício para o trabalho argentino. Sua posição é ideológica: o livre comércio sempre será melhor para o país".



Foto: Telam



O ministro das Relações Exteriores, Comércio Internacional e Adoração, Felipe Solá, garantiu hoje que "a Argentina permanece no Mercosul" e afirmou que aqueles que solicitam acordos de livre comércio com outros países "não podem destacar um único benefício para o trabalho argentino" .


Em uma série de twits, Solá disse que "a Argentina permanece no Mercosul e (que esta posição) foi expressamente ratificada ontem. Pedimos à oposição responsabilidade. Eles não tinham isso para governar. Tenham-na agora, em tempos de pandemia".


Além disso, destacou que "aqueles que solicitam acordos de livre comércio do Mercosul com outros países não podem destacar um único benefício para o trabalho argentino. Sua posição é ideológica: o livre comércio sempre será melhor por definição".


O chanceler argentino, portanto, saiu em resposta às manifestações da oposição e da Mesa de Ligação contra a decisão argentina de se retirar da negociação de acordos de livre comércio entre o Mercosul e outros países.


Segundo Solá, "a maior parte de nossa indústria, nossos serviços e nossos empregos enfrentam grande incerteza em relação ao mundo que teremos".


É hora de aceitar uma aceleração dos acordos de livre comércio? Com ​​que consequências? Ele se perguntou.


"A irresponsabilidade daqueles que hoje nos criticam já foi demonstrada. Ontem, conversamos com os países irmãos da Argentina real, não aquela que estava apenas na cabeça dos CEOs que nos endividaram para que o dinheiro vazasse ", concluiu.


Fonte: Telam

3 visualizações0 comentário