• PORTAL G7

Bolsa fecha acima de 110 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro


Dólar encerrou o dia vendido a R$ 5,32, no menor nível em seis dias.



Foto: YouTube



Em mais um dia de euforia no mercado financeiro, a bolsa de valores superou a marca de 110 mil pontos pela primeira vez desde o fim de fevereiro. O dólar caiu para o menor nível em seis dias, após oscilar durante a sessão.


O índice Ibovespa, da B3, encerrou esta quarta-feira (25) aos 110.230 pontos, com alta de 0,4%. O indicador alternou momentos de alta e de baixa na maior parte da sessão, até firmar a tendência de ganho nas duas últimas horas de negociação. O índice está no nível mais alto desde 21 de fevereiro, quando tinha fechado em torno dos 113 mil pontos.


No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou o dia vendido a R$ 5,32, com recuo de R$ 0,0551 (-1,03%). A cotação abriu em leve alta, mas passou a cair ainda durante a manhã. Na mínima do dia, por volta das 15h15, a moeda norte-americana chegou a ser vendida a R$ 5,30.


O dólar caiu em relação às moedas dos principais países emergentes e manteve o movimento após a divulgação da ata da reunião mais recente do Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano). O órgão defende a manutenção de recursos para financiar as ferramentas de apoio à economia, especialmente depois de a Secretaria do Tesouro norte-americano anunciar o encerramento de alguns dos principais programas no fim do ano.


Mais injeções de dólares na economia norte-americana diminuem a demanda pela moeda norte-americana em todo o planeta. Países com alta volatilidade na moeda, como o Brasil, são beneficiados com a redução do dólar. A indicação da ex-presidente do Fed Janet Yellen para a Secretaria do Tesouro a partir de 2021 também foi bem recebida pelos investidores, por indicar que as políticas monetária e fiscal dos Estados Unidos atuem de forma coordenada para recuperar o país da crise provocada pela pandemia de Covid-19.


Fonte: Agência Brasil


3 visualizações0 comentário