• PORTAL G7

Bolsonaro: só na 'diplomacia não dá'; 'tem que ter pólvora'


Declaração do presidente brasileiro foi uma indireta à disposição do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, sobre a possibilidade de adoção de barreiras comerciais como contrapartida à falta de combate efetivo dos focos de incêndio na Floresta Amazônica.



Foto: YouTube



O presidente Jair Bolsonaro fez uma menção indireta ao possível presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, sem citá-lo nominalmente, e disse nesta terça-feira (10) que diplomacia não é suficiente para "fazer frente a tudo isso".


Ao comentar sobre "um grande candidato a chefe de Estado" que ameaçou recentemente impor barreiras comerciais ao Brasil se ele não apagar o fogo na Amazônia, Bolsonaro disse ser necessário ter pólvora, ainda que não seja usada. As informações foram publicadas pelo jornal O Globo.

"Assistimos há pouco um grande candidato à chefia de Estado dizer que se eu não apagar o fogo na Amazônia levanta barreiras comerciais contra o Brasil. Como é que nós podemos fazer frente a tudo isso? Apenas na diplomacia não dá. Porque quando acaba a saliva, tem que ter pólvora, se não, não funciona", disse o presidente brasileiro.

​No primeiro debate entre Biden e Trump, o candidato democrata falou sobre a questão climática, e citou o Brasil.

"A Floresta Amazônica no Brasil está sendo destruída, arrancada. Mais gás carbônico é absorvido ali do que todo carbono emitido pelos EUA. Eu tentarei ter a certeza de fazer com que os países ao redor do mundo levantem US$ 20 bilhões e digam [ao Brasil]: "Aqui estão US$ 20 bilhões [R$ 108,3 bilhões], pare de devastar a floresta. Se você não parar, vai enfrentar consequências econômicas significativas", disse Biden à época.


Fonte: Sputnik

1 visualização0 comentário