• PORTAL G7

Cobradores e motoristas começam a ser vacinados


Funcionários estão sendo imunizados com a vacina da Janssen, que tem dose única. Até quarta-feira devem ser vacinados todos os 7,2 mil trabalhadores da categoria em Curitiba.



Fotos: SMCS / Luiz Costa



Depois de 15 meses de pandemia, o clima entre motoristas e cobradores era um misto de esperança e felicidade no primeiro dia de imunização da categoria contra Covid-19, nesta segunda-feira (28/6). A Prefeitura de Curitiba deve vacinar, até a próxima quarta-feira (30/6), todos os 7,2 mil colaboradores do transporte coletivo na capital.


Equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estão levando o imunizante até as garagens das empresas de ônibus, onde os trabalhadores estão sendo vacinados. A programação prevê a vacinação nas 12 empresas de ônibus da capital de manhã e à tarde, conforme a escala de trabalho dos operadores.





Nesta segunda-feira devem ser imunizados, até o fim do dia, cerca de 2,6 mil trabalhadores. No início da manhã, a vacinação começou na garagem da empresa CCD, no bairro Fanny. Em seguida foram vacinados os funcionários da Redentor, na CIC.


“A vacina traz a esperança de um novo começo para todos nós que estamos há tanto tempo convivendo com a Covid-19”, comemorou o motorista Demécio Peralta Cueva, de 44 anos, logo após receber sua dose.





Segundo ele, a prevenção ajudou a evitar a contaminação nesses meses de pandemia. “Tenho álcool em gel na minha mochila, estou sempre passando nas mãos. Também carrego mais de uma máscara, para trocar sempre que necessário. O nosso cuidado é o cuidado com os outros”, disse.


Para André Luiz Fontinelli, de 39 anos, que também trabalha como motorista, o maior receio era de levar o vírus para casa. “Estava ansioso pela vacina, assim, protegido, o risco é menor. É um alívio”, disse.





Como o transporte coletivo tem um grande fluxo de pessoas, os trabalhadores se acostumaram com os cuidados, lembra o motorista Antonio Crisanto da Silva, de 41 anos.

“Todos têm de fazer sua parte, trabalhadores e passageiros, usando máscaras dentro dos ônibus, higienizando as mãos com frequência”, disse Antonio.




Janssen


A vacina da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, recebida pelos trabalhadores nesta segunda-feira, foi repassada à Prefeitura de Curitiba pelo Governo do Estado, que definiu inicialmente aplicar o imunizante apenas em caminhoneiros, motoristas do transporte rodoviário e metroviário e na população em situação de rua.


Segundo o presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs), Ogeny Pedro Maia Neto, a inclusão dos trabalhadores do transporte coletivo de Curitiba e Região Metropolitana no grupo foi um pedido feito ao Governo do Estado.





“São pessoas que estão na linha de frente, que prestam um serviço essencial para a mobilidade das pessoas na cidade e que não pararam na pandemia, Nada mais justo que eles sejam imunizados”, disse.


Curitiba recebeu 12.805 doses do imunizante da Janssen na última quinta-feira (24/6).



Fonte: PMC

2 visualizações0 comentário