• PORTAL G7

Covardia nas redes sociais é destaque na tribuna da Alep


Galo repudia com veemência ataques sofridos por parlamentares da base governista após votação da concessão de rodovias ao governo federal. Mensagens incitam a população a acreditar que determinados deputados votaram contra os interesses do povo.



Foto: Alep / Dálie Felberg



O deputado Galo subiu o tom na tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta segunda-feira, considerando como covardes as pessoas que estão utilizando as redes sociais para acusar os deputados da Situação que votaram com o governo para a concessão das rodovias estaduais ao governo federal, dentro da nova configuração do pedágio.


Estes ataques levam à população do Paraná a ideia de que, agindo desta maneira, os parlamentares votaram contra o povo paranaense.


O deputado diz não saber quem são essas pessoas; e não saber, também, se há algum deputado envolvido. "Seja quem for, está praticando um ato de covardia, distorcendo completamente a verdade e dizendo ao povo que o próprio deputado Galo é contra o nosso Estado, porque votou a favor da proposta do governo. Este ato é de uma covardia extrema. E os que têm coragem para isto deveriam ter coragem também para mostrar a cara e falar pessoalmente tudo que postam nas redes, sem se esconderem atrás do anonimato, prejudicando e denegrindo a imagem dos que apenas exerceram seu direito de votar, de acordo com as suas convicções", afirmou Galo.



Confira o vídeo:




Segundo o deputado, “tentar jogar alguns parlamentares contra o povo é um ato covarde e inadmissível” e não pode ser tolerado.


Ao final de sua fala, o presidente da Alep, deputado Ademar Traiano, do PSDB, pediu a palavra e reiterou tudo que foi dito por Galo. Inclusive, citando o caso do deputado Tercílio Turini, do CDN, que foi alvo recente de violentos ataques nas redes sociais.



Da Redação

1 visualização0 comentário